Biblioteca | CRE

Concurso Plano Nacional de Leitura

No passado mês de janeiro, a Biblioteca/CRE participou, em colaboração com o Grupo de Português, na primeira fase do concurso do  Plano Nacional de Leitura (PNL). Agradecemos a todos os alunos que aderiram à iniciativa e damos os parabéns às vencedoras do 7º e 9º anos, cujos textos reproduzimos abaixo.

Amar à vista, de Jorge Serafim

 

"Este livro fala sobre um barco que andava sem rumo, achava que não havia mais esperança e que a luz ao fundo do túnel não existia. Ele tinha uma tempestade gigante dentro de si e sentia-se sozinho. Até que o coração inquieto lhe explicou que só se sentia assim porque ele próprio queria, pois havia e sempre há uma luz no fundo do túnel. O barco só navegava em círculos, porque não tentava navegar de forma diferente. Acabou por perceber que o coração tinha razão, mudou de direção e, finalmente, navegou com rumo e destino.

Gostei imenso deste livro, pois todos nós já passámos por situações difíceis e, tal como o barco, parece que estamos a viver só por viver, só apetece chorar e isso não está errado, temos de deitar tudo cá para fora e, especialmente, pensar que temos pessoas que nos apoiam. Uma das páginas do livro que me chamou mais à atenção foi a da mãe. As mães, por mais que ralhem, estão sempre lá, temos sempre o colo caloroso delas, são o nosso porto seguro.

Recomendo muito este livro aos meus colegas, pois ensina-nos muitas lições de vida. Sem dúvida que foi o livro que mais me transmitiu emoções e bons sentimentos." Marta Silva (9ºD)

amar à vista capa.jpg

O menino que não gostava de ler, de Susanna Tamaro

"Com este livro aprendi que os adultos devem estar mais atentos aos problemas dos jovens e explicarem-lhes que a leitura é importante; pois não conseguiram perceber o verdadeiro motivo do menino não gostar de ler.

Gostei muito deste livro."   Lara de Sá (7º B)

O menino que não gostava de ler.jpg
O menino que não gostava de ler.jpg

Oficina de Emoções
Parecer e Ser ....Que Verdades?

 

No passado mês de dezembro realizou-se um conjunto de atividades dedicadas aos Direitos Humanos. 

Dezembro é um mês em que se evocam muitas datas para relembrar que uma sociedade justa, democrática e inclusiva tem que caminhar permanentemente no respeito dos Direitos Humanos e só conseguimos fazer a diferença se no nosso dia a dia existir essa consciência nos nossos pequenos gestos e comportamentos do quotidiano. Daí realizarmos a Oficina:  Parecer e Ser .... Que Verdades? - em que participaram todas as turmas do 3º ciclo.

Foi uma atividade interessante, em que os alunos aderiram e compartilharam experiências e puderam compreender que muitas vezes pré julgamos e não damos oportunidade ao outro de se dar a conhecer, e que a visão que temos de nós é diferente daquela que os outros têm.

Descobrir que conhecer é dar oportunidades, partilhar, incluir e enriquecer e isso torna-nos pessoas mais ricas, tolerantes e felizes.

Conhece a tua Biblioteca